UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 11h59

Camargo Corrêa diz não ter negociação com Lafarge

LISBOA, 14 de janeiro (Reuters) - A Camargo Corrêa não tem qualquer acordo ou negociações em curso com a Lafarge, produtora francesa de cimento, para a aquisição de participação de cerca de 17 por cento na portuguesa Cimpor, informou o grupo brasileiro em comunicado.

"Não existe qualquer acordo entre o Grupo Camargo Corrêa e a Lafarge (ou com qualquer entidade com ela relacionada) com vista à aquisição da participação dessa entidade na Cimpor, nem qualquer negociação em curso para esse fim", coloca a Camargo Corrêa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) de Portugal.

A CMVM solicitou nesta manhã que a empresa brasileira esclarecesse um eventual acordo com a Lafarge, conforme noticiado pelo jornal português Diário Económico.

No comunicado, a Camargo Corrêa divulgou que tem interesse em acertar a fusão "com a maior brevidade possível".

A empresa brasileira esclareceu ainda que o sentido da expressão "não vinculativa", que consta em sua proposta à Cimpor, significa que ela depende ainda de "conclusão de um processo negocial tendo em vista o aprofundamento do conhecimento recíproco das empresas envolvidas, e a definição dos termos definitivos da fusão".

A companhia reforçou que a oferta de fusão também está condicionada à aquisição de entre 15 e 25 por cento do capital social da Cimpor. "Ambas as operações indissociáveis", afirmou.

A proposta da Camargo Corrêa foi anunciada na quarta-feira, cerca de um mês após a oferta hostil avaliada em 3,86 bilhões de euros feita pela Companhia Siderúrgica Nacional, que foi rejeitada pelo conselho de administração da cimenteira portuguesa.

Sobre os termos da Camargo Corrêa, a Cimpor disse que, neste momento, não é possível emitir opinião sobre a viabilidade ou oportunidade da proposta.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host