UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 11h17

Holcim investe na Índia e diz que não fará oferta por Cimpor

Por Devidutta Tripathy

NOVA DELHI, 14 de janeiro (Reuters) - A cimenteira suíça Holcim tem intenção de investir 1,1 bilhão de dólares para expandir sua capacidade na Índia e não tem planos de fazer uma oferta pela Cimpor, maior produtora de cimento de Portugal.

A Cimpor é alvo de duas ofertas rivais das brasileiras Companhia Siderúrgica Nacional e Camargo Corrêa.

"Não há plano, definitivamente nenhum plano", disse Paul Hugentobler, membro do comitê executivo da Holcim, a repórteres quando perguntado se a companhia suíça estaria interessada na Cimpor, durante uma conferência do setor em Nova Délhi.

Na quarta-feira o grupo Camargo Corrêa se ofereceu para comprar uma parte minoritária na Cimpor e então realizar fusão de suas operações de cimento na empresa portuguesa. Enquanto isso, a CSN ofertou em dezembro comprar o controle da Cimpor em uma proposta avaliada em cerca de 5,6 bilhões de dólares.

Analistas esperam que empresas globais do setor de cimento também façam uma oferta pela Cimpor para rechaçar a entrada de um novo concorrente em um momento em que os preços globais do cimento estão estáveis e a demanda gradualmente se recupera na problemática indústria imobiliária.

A Cimpor possui capacidade de produção de 30 milhões de toneladas de cimento na Ásia, Europa, África e América do Sul, o que faz da empresa a 10a maior produtora mundial.

Hugentobler disse que os preços do cimento provavelmente se manterão estáveis. "Eles ficarão onde estão. Os custos de energia subirão novamente, assim como os custos de transporte."

A Holcim planeja investir 1,1 bilhão de dólares para elevar sua capacidade em 10 milhões de toneladas na Índia.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host