UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 15h19

Trichet endurece postura contra déficits

FRANKFURT (Reuters) - Os governos da zona do euro precisam reduzir seus déficits públicos e adiar cortes de impostos até que seus orçamentos estejam perto do equilíbrio, disse o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, nesta quinta-feira.

Ele afirmou durante uma entrevista coletiva que o elevado endividamento estatal pode gerar juros mais altos no mercado no longo prazo e enfraquecer o crescimento, além de colocar uma pressão adicional sobre a política monetária.

"As necessidades maiores de financiamento dos governos carregam os riscos de resultarem em rápidas mudanças no humor do mercado, levando a taxas de juros de mercado menos favoráveis nos médio e longo prazos", disse ele.

"Isso pode abater o investimento privado e enfraquecer as bases do crescimento sustentável."

Os governos devem concentrar seus esforços de forma a cumprir o Pacto de Estabilidade e Crescimento e reduzirem seus déficits a partir de, no máximo, ano que vem e tirar a prioridade dos planos de cortes de impostos, acrescentou.

(Por Sakari Suoninen)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host