UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 09h07

Vendas no comércio do país crescem 8,7% em um ano, mas ficam abaixo do previsto

RIO DE JANEIRO, 14 de janeiro (Reuters) - As vendas no varejo brasileiro cresceram 8,7% em novembro comparado com igual período de 2008. Em relação a outubro de 2009, a alta foi de 1,1%, sétimo mês seguido de avanços, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quinta-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam um crescimento mês a mês de 1,4% e uma alta de 9,2% ante o ano anterior.


O dado de outubro foi revisto de crescimento de 1,4% na divulgação preliminar para expansão de 1,8% ante setembro.

A receita nominal do comércio aumentou 1,3% em novembro contra outubro e 11% ante novembro de 2008.

Em novembro na comparação mensal, sete dos 10 setores tiveram aumento das vendas, com destaque para Móveis e eletrodomésticos (5,9 por cento); Material de construção (2,7 por cento); e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (1,9 por cento).

Na comparação com novembro do ano anterior, todas as atividades viram melhora das vendas, "destacando-se com as maiores taxas de desempenho justamente as que mais se retraíram com os impactos iniciais da crise financeira internacional", segundo o IBGE.

As principais altas foram em Veículos e motos, partes e peças (37,1 por cento); Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (19,2 por cento); e Móveis e eletrodomésticos (13,9 por cento).

O IBGE acrescentou que a receita nominal do comércio aumentou 1,3 por cento em novembro contra outubro, na oitava alta seguida, e 11 por cento ante novembro de 2008.

(Por Denise Luna e Vanessa Stelzer)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host