UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/01/2010 - 07h34

Bolsas da Ásia cedem por fraqueza no consumo dos EUA

Por Umesh Desai

HONG KONG (Reuters) - As principais bolsas asiáticas fecharam em queda nesta segunda-feira, após o resultado do segundo maior banco dos Estados Unidos, o JPMorgan, que sofreu pesadas perdas com hipotecas e cartões de crédito. O balanço levantou dúvidas sobre a demanda do consumidor no maior mercado exportador para a região.

O índice MSCI que reúne bolsas de valores da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,13 por cento, aos 426 pontos, às 7h27 (horário de Brasília).

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO recuou 1,16 por cento, para 10.855 pontos, com os bancos puxando as quedas por receios de que o recente rali do mercado chegou ao seu fim.

O sentimento dos investidores asiáticos foi de cautela.

"Estamos cautelosos ainda considerando o ambiente que estamos -- algumas empresas estão se saindo melhor, mas a realidade é que é um ambiente difícil", disse Alex Boggis, gerente de fundos na Aberdeen Asset Management.

"Trabalho duro ainda deve ser feito no que diz respeito aos exportadores ainda não deslanchando e a Ásia ainda preparada para exportações. Demora um longo tempo para transformar exportações em consumo."

Na sexta-feira, Wall Street cedeu com o JPMorgan mostrando resultados que elevaram preocupações sobre os lucros nos bancos e dados mostrando que a confiança do consumidor é pior que a esperada. O mercado norte-americano não abrirá nesta segunda-feira pelo feriado de Martin Luther King.

Em HONG KONG a bolsa fechou em queda de 0,90 por cento, a 21.460 pontos, com os bancos também pressionando. Na contramão, em XANGAI a bolsa subiu 0,4 por cento, a 3.237 pontos impulsionada por ganhos em companhias aéreas. TAIWAN teve perde de 0,23 por cento.

Na COREIA DO SUL, o mercado também avançou, 0,59 por cento, em 1.711 pontos.

Na Austrália, a bolsa de SYDNEY teve alta de 0,23 por cento, para 4.911 pontos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host