UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 08h17

Inflação pelo IGP-M acelera mais que o esperado

SÃO PAULO, 19 de janeiro (Reuters) - O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) subiu mais que o esperado na segunda leitura deste mês, pressionado por todos seus três componentes em razão de aumentos de alimentos, educação e transportes.

O indicador teve alta de 0,51 por cento na segunda prévia de janeiro, ante avanço de 0,27 por cento na primeira e queda de 0,18 por cento em igual período de dezembro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta terça-feira.

Economistas consultados pela Reuters projetavam uma leitura de 0,39 por cento, segundo a mediana de 10 prognósticos que variaram de 0,36 a 0,44 por cento.

O Índice de Preços por Atacado (IPA) teve alta de 0,44 por cento na segunda leitura deste mês, depois da queda de 0,38 por cento na segunda de dezembro.

O IPA agrícola teve variação positiva de 0,16 por cento, contra queda anterior de 1 por cento. O IPA industrial avançou 0,53 por cento, ante baixa de 0,18 por cento antes.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,74 por cento nesta leitura, ante avanço de 0,19 por cento na segunda prévia do mês passado.

Os custos de Alimentação saltaram 1,19 por cento na segunda leitura de janeiro, ante oscilação negativa de 0,03 por cento na de dezembro. Os preços de Educação, leitura e recreação avançaram 0,85 por cento agora, ante 0,34 por cento antes.

Esses grupos costumam subir nesta época do ano em razão, respectivamente, do clima quente e chuvoso que prejudica os alimentos in natura e do reajuste das mensalidades escolares.

Os preços de Transportes avançaram 1,53 por cento na segunda leitura de janeiro, seguindo a alta de 0,31 por cento na segunda de dezembro, refletindo o reajuste do ônibus urbano em São Paulo.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve alta de 0,40 por cento na segunda leitura deste mês, após elevação de 0,22 por cento na de dezembro.

A segunda leitura do IGP-M de janeiro foi calculada com base na variação dos preços entre os dias 21 de dezembro e 10 de janeiro.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host