UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 18h49

Wall St e metais compensam início fraco e Ibovespa sobe

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - O otimismo com ações de empresas ligadas a metais e a influência positiva de Wall Street sustentaram a Bovespa, que recuperou-se de um início ruim e fechou a terça-feira no azul.

O Ibovespa avançou 0,73 por cento, para concluir o pregão a 69.908 pontos. O giro financeiro da sessão somou 5,6 bilhões de reais, o segundo menor do mês.

O noticiário do dia espichou o apetite dos investidores por papéis de siderúrgicas e mineradoras.

Em relatório, o Barclays elevou o preço-alvo das ações da CSN e da Vale, ao prever novos aumentos no preço do minério de ferro. No caso da Vale, o banco também elevou a recomendação para "overweight" (acima da média do mercado).

Na semana passada, o BofA Merrill Lynch tinha previsto que o preço do produto deve subir 50 por cento em 2010. Nesta terça-feira, o diretor-executivo de Ferrosos da Vale, José Carlos Martins, disse que os estoques de minério da empresa estão baixos e que a demanda está crescendo.

A ação preferencial da Vale subiu 1,2 por cento, para 47,25 reais. MMX ganhou 1,3 por cento, a 15,10 reais.

"O otimismo com o setor de mineração está a toda força", confirmou o assessor de investimentos da corretora Souza Barros Luiz Roberto Monteiro.

O Ibovespa teve outras contribuições avulsas para segurar-se no azul. Uma delas foi Embraer, com elevação de 4,9 por cento, a 10,07 reais.

Segundo analistas, a fabricante brasileira de aeronaves pode ter benefícios com o anúncio de concordata da Japan Airlines, feito pela manhã. A avaliação é de que a empresa japonesa pode reformular sua frota, vendendo aviões maiores, e comprar jatos menores, como os da Embraer.

A líder de ganhos do pregão foi CCR, com um salto de 6,1 por cento, a 44 reais, em meio a análises de que companhias de concessões rodoviárias devem se beneficiar do aumento dos investimentos em infraestrutura.

Fora do Ibovespa, OHL, do mesmo setor, subiu 4,8 por cento, para 37,58 reais.

Do exterior, os principais índices de Wall Street também mandaram sinais animadores, apoiados no otimismo dos investidores com a melhora na recomendação das ações do McDonald's pelo Credit Suisse.

Ademais, ações de empresas de saúde subiram em bloco, com expectativas de que a reforma do setor nos Estados Unidos será menos prejudicial a elas caso os republicanos assumam o controle das votações sobre o projeto.

Essa combinação se sobrepôs ao peso da abertura, depois do anúncio de um prejuízo de 7,6 bilhões do Citigroup no quarto trimestre de 2009.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host