UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/01/2010 - 12h46

Premiê britânico vê apoio crescente a taxa global sobre bancos

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico Gordon Brown disse nesta segunda-feira que vê um apoio crescente a algum tipo de cobrança internacional sobre os bancos que vise o financiamento de apoio ao setor.

O imposto global sobre transações financeiras, proposto por Brown em uma reunião do G20 na Escócia em novembro, estava na agenda durante o encontro nesta segunda-feira do ministro do Tesouro britânico, Paul Myners, com integrantes de ministérios das Finanças dos países do G7 e membros do Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Mundial e Conselho de Estabilidade Financeira.

"Como resultado da proposta do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama e de seu secretário Timothy Geithner de um imposto sobre a concessão de crédito, eu acho que as propostas que eu fiz em St Andrews (Escócia)... estão ganhando força em todo o mundo", disse Brown a jornalistas.

O governo norte-americano tem se oposto a uma taxa sobre transações financeiras, mas defendeu neste mês a instalação de uma cobrança sobre as instituições financeiras para que "cada centavo" dos bilhões de dólares usados para socorrer os bancos seja devolvido aos contribuintes.

(Por Keith Weir)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host