UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/01/2010 - 10h01

Rally começa esperando safra recorde de soja e milho transgênico

Por Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - O Rally da Safra 2010, expedição técnica liderada pela Agroconsult com o objetivo de levantar a produção brasileira de grãos, começa nesta segunda-feira com a expectativa de encontrar lavouras de soja com condições de render uma colheita recorde ao Brasil, inclusive superior às estimativas atuais.

A previsão da Agroconsult pré-Rally para a safra 2009/10 de soja é de 65,1 milhões de toneladas, numa temporada em que o plantio avançou especialmente sobre áreas de milho, na qual o produtor também está contando com benéficas chuvas.

Na safra passada, o Brasil produziu 57 milhões de toneladas de soja.

"O nosso número já está um pouco elevado para Mato Grosso, Goiás e Paraná", afirmou o analista Fabio Meneghin, da Agroconsult, referindo-se à expectativa de produção para três dos quatro principais Estados de soja do Brasil.

A expectativa para o Rio Grande do Sul, com plantio mais tardio e atingido por chuvas excessivas, é mais incerta.

"Se os gaúchos produzirem uma saca a mais por hectare (do que o estimado), dá 240 mil toneladas a mais, o que elevaria a produção (total) para 65,3 milhões de toneladas", acrescentou Meneghin, admitindo a hipótese de a estimativa ser revisada para cima.

Mas todos os números só serão confirmados durante a expedição técnica, que termina em 22 de março, quando os participantes terão percorrido cerca de 50 mil quilômetros.

A expectativa da Agroconsult é coletar 1,5 mil amostras de lavouras ao percorrer 98 por cento da área cultivada de soja e 80 por cento da área com milho em todo país.

A consultoria afirma que a safra recorde de soja deverá ocorrer em função da área plantada, que ultrapassou 23 milhões de hectares (alta de mais de 5 por cento), e com "chuvas acima da média em quase todas as regiões produtoras". Mas também ressalta que novas variedades lançadas, mais produtivas, colaboram para o bom resultado.

"Tem um ganho genético. Todos os anos tem dez variedades novas, isso tem ajudado a melhorar as médias da soja precoce. Com o clima bom, a expectativa é de que o Mato Grosso até surpreenda", destacou Meneghin.

A colheita de soja no Centro-Oeste, a primeira região a colher a oleaginosa no país, está apenas começando.

A propósito, os produtores de Mato Grosso, que tradicionalmente vendem mais soja antecipadamente, estão em melhores condições do que os de outras regiões, considerando que já comercializaram cerca de 50 por cento da safra, a preços mais altos que os atuais, disse o analista.

Os preços internacionais caíram na última semana, em parte, pela expectativa de uma grande safra sul-americana.

MILHO TRANSGÊNICO

Com o clima chuvoso --especialmente no Sudeste e Sul do país--, a produtividade maior do milho deverá compensar a área menor, segundo a Agroconsult, que espera encontrar mais lavouras plantadas com o grão transgênico na primeira safra de verão, com uma área mais expressiva do produto geneticamente modificado (GM).

"A expectativa é que seja uma fatia boa, pode ser mais de um quarto da área com transgênicos", disse Meneghin, lembrando que o Brasil já conta com oferta comercial de duas variedades de milho Bt, outra resistente ao herbicida glufosinato e uma quarta tolerante ao Roundup Ready.

O advento do milho transgênico, cujas variedades só começaram a ser aprovadas em 2007 no Brasil, é uma aposta do setor produtivo para elevar a sua produtividade. E já deve apresentar resultados nesta safra. .

A previsão pré-Rally da Agroconsult para a safra de verão de milho é de uma produção de 33,4 milhões de toneladas, ante 33,6 milhões em 08/09, apesar da queda de mais de 10 por cento na área.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host