UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/01/2010 - 19h24

Petróleo nos EUA cai pressionado por China e dólar

NOVA YORK (Reuters) - Os futuros do petróleo nos Estados Unidos fecharam em baixa nesta terça-feira, pressionados por movimentos da China para implantar limites de crédito e por um relatório que apontou preços mais baixos de moradias nos EUA, o que contribuiu para a alta do dólar frente o euro.

Mas os contratos finalizaram bem acima da mínima do dia, com um relatório do aumento da confiança dos consumidores que ajudou a levantar os mercados de ações e de petróleo.

"O relatório de preços de moradias desapontou, mas a confiança do consumidor realmente parece ter ajudado a disparar uma recuperação técnica", disse Stephen Schork, editor da Schork Report, na Pensilvânia.

A confiança do consumidor nos EUA subiu pelo terceiro mês seguido em janeiro, para o maior nível desde setembro de 2008, informou o grupo Conference Board.

Já os preços de moradias nos EUA caíram em novembro, segundo dados da Standard & Poor's/Case-Shiller divulgados nesta terça-feira.

Na Nymex, o contrato março caiu 0,55 dólar, ou 0,73 por cento, para 74,71 dólares por barril, após ter sido negociado entre 75,39 e 73,82 dólares.

Em Londres, o contrato março do Brent caiu 0,40 dólar, para 73,29 dólares por barril.

(Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host