UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 08h47

Confiança da indústria é a maior desde julho de 2008

SÃO PAULO, 29 de janeiro (Reuters) - A confiança da indústria brasileira aumentou em janeiro pelo décimo mês seguido, atingindo o maior patamar desde julho de 2008, enquanto o uso da capacidade instalada diminuiu pelo segundo mês.

O índice divulgado nesta sexta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV) subiu 0,2 por cento neste mês sobre dezembro, para 113,6 pontos, com ajuste sazonal.

"Com o resultado, o índice... sinaliza manutenção do aquecimento do mercado interno, com alguma acomodação da produção em janeiro e otimismo em relação ao ambiente de negócios durante o primeiro semestre do ano", disse a FGV em nota.

O componente de situação atual aumentou 0,6 por cento em janeiro, para 112,6 pontos, o maior patamar desde agosto de 2008. O de expectativas caiu 0,3 por cento, para 114,5 pontos. Apesar da queda, é a segunda maior leitura da serie histórica.

A FGV acrescentou que o nível de utilização da capacidade instalada caiu para 82,1 por cento em janeiro, sem ajuste sazonal, ante 84,2 por cento em dezembro. Com ajuste, o nível manteve-se em 83,8 por cento.

O nível de 83,8 por cento é o maior desde outubro de 2008 e está acima da média desde 2003, que é de 83 por cento, mas encontra-se abaixo da média de 2007 a 2008, de 85,1 por cento, segundo a FGV.

A componente de expectativa dos industriais para os próximos seis meses subiu para 162,2 pontos em janeiro, o maior dado da série iniciada em abril de 1995.

Das 1.141 empresas consultadas, 66,6 por cento esperam melhora da situação dos negócios no primeiro semestre de 2010, contra 61,8 por cento que haviam dado essa resposta no levantamento anterior.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host