UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 09h22

ENTREVISTA-Zurich Financial vê crescimento em seguro para IPOs

Por Adriana Garcia

SAO PAULO (Reuters) - A empresa se seguros suíça Zurich Financial Services Ltd praticamente dobrou os prêmios no mercado de Ofertas Iniciais Públicas (IPOs) no ano passado no Brasil e está otimista sobre suas perspectivas de crescimento do setor, disse o executivo-chefe na quinta-feira.

"A linha financeira, que inclui os IPO's, é nossa área que mais cresce no Brasil hoje", disse Paul Hopkins, CEO para as Américas da empresa, em entrevista por telefone desde Davos durante o Fórum Econômico Mundial.

A Zurich Financial Services é a quarta maior seguradora da Europa por valor de Mercado.

Hopkins disse que esse negócio cresceu 88 por cento no Brasil no ano passado, para 176 milhões de dólares, frente a 98 milhões em 2008.

O executivo acredita que a demanda por cobertura para IPO's vai crescer no Brasil e na América Latina porque a região não foi tão afetada pela recessão global em comparação a outros países e se recuperou mais rápido.

As empresas compram seguros para IPOs para se proteger de potenciais processos envolvendo a acusação de informações falsas em documentos.

CLASSE C EMERGENTE

A Zurich também planeja investir no setor geral de seguros para manter o crescimento de dois dígitos na região. No ano passado a empresa teve um crescimento regional de 17 por cento nos valor dos prêmios, totalizando 1,5 bilhão de dólares, frente a um total segurado de 38 bilhões em prêmios globalmente.

"Do ponto de vista estratégico, a Zurich identificou a América Latina como uma de nossas regiões alvo de crescimento acelerado, tanto no curto quanto no médio prazo, mesmo em comparação a outras regiões de crescimento populacional acelerado", disse.

A empresa mantém operações no Brasil, México, Bolívia, Chile, Venezuela e Argentina na região.

Hopkins disse que o crescimento ocorrerá de forma orgânica e com aquisições. A empresa também quer se tornar conhecida do público geral dentro do mercado de seguros, área dominada por gigantes do setor como Banco do Brasil, Itaú-Unibanco e Bradesco.

Para atingir o objetivo, a empresa está considerando patrocinar um time esportivo e veicular campanhas publicitárias em 2010, ele disse. Outra ação incluiu a aquisição da empresa local Minas Brasil em novembro passado por 287 milhões de reais, o que deu a seguradora o pontapé inicial para entrar no mercado de varejo.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host