UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/02/2010 - 09h17

China pode elevar juro quando inflação superar 2,25%

XANGAI (Reuters) - A China pode aumentar a taxa de juro quando a inflação exceder a taxa de depósito, de 2,25 por cento, disse um importante assessor do governo nesta segunda-feira.

Ba Shusong, pesquisador sênior para o Centro de Pesquisa de Desenvolvimento, um instituto do governo, disse que Pequim pode elevar o juro antes do Federal Reserve para conter as pressões inflacionárias domésticas.

"Mas ainda não se sabe se a China elevará apenas a taxa de depósito ou a taxa de depósito e a de empréstimos", disse ele em entrevista à Reuters.

A taxa de empréstimo de um ano é atualmente de 5,31 por cento.

Muitos economistas acreditam que a China não elevaria o juro antes do Fed porque um prêmio a favor do país asiático poderia resultar em um fluxo maior de capital.

Mas Ba disse que o fluxo pode não ser tão grande se um maior custo de financiamentos abater o setor imobiliário.

O índice de preços ao consumidor chinês teve alta de 1,9 por cento em dezembro na comparação anual.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host