UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/02/2010 - 08h48

Vendas de carros na China disparam 116% em janeiro

Por Fang Yan e Jacqueline Wong

XANGAI, 9 de fevereiro (Reuters) - A venda de automóveis na China disparou 115,5% em janeiro em relação ao mesmo mês do ano anterior, informou a associação oficial da indústria do país nesta terça-feira, com os compradores lotando as concessionárias antes do ano-novo chinês.

Um total de 1,32 milhão de carros foram vendidos no mês passado na China, o maior mercado automotivo do mundo, ante 610.600 unidades vendidas há um ano e 1,1 milhão vendidas em dezembro de 2009, disse a Associação de Fabricantes de Automóveis da China.

O feriado de uma semana, que começa em 14 de fevereiro, marca a maior temporada de compras para os chineses que gastam sem pudores em bens que vão de televisores de tela plana aos mais recentes aparelhos digitais.

Porém, analistas notaram que o forte crescimento de janeiro foi um tanto distorcido por uma base comparativa baixa de um ano antes, quando as vendas de automóveis caíram 7,76% em meio à lentidão da economia no período.

A venda de carros na China se recupera fortemente desde abril de 2009, fazendo do país um grande ponto positivo em meio à recessão global da indústria. O movimento tem sido incentivado pela política de Pequim, que promoveu medidas como corte de impostos sobre vendas de carros compactos para 5% e concessão de subsídios para compradores de zonas rurais.

Para continuar a fortalecer a indústria de automóveis, um grande mecanismo de crescimento, o governo chinês expandiu seus subsídios a compradores de veículos na zona rural no início de 2010. A taxa sobre vendas de carros compactos, contudo, subiu para 7,5%, mas ainda foi mais baixa que o imposto anterior, de 10%.
 
 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host