UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/02/2010 - 09h00

Inflação ao consumidor chinês arrefece em janeiro

PEQUIM, 11 de fevereiro (Reuters) - A inflação ao consumidor da China surpreendeu e desacelerou em janeiro, segundo dado da agência nacional de estatísticas, divulgado nesta quinta-feira.

O arrefecimento deve ser temporário devido a fatores sazonais, mas ainda assim levou algum alívio ao mercado, que aposta que o aperto monetário no país para conter pressões inflacionárias talvez não precise ser tão agressivo quanto se pensava.

O índice de preços ao consumidor subiu 1,5 por cento na comparação anual em janeiro, após alta de 1,9 por cento em dezembro. Analistas projetavam uma elevação de 2 por cento para janeiro.

A taxa menor deveu-se ao movimento dos preços de alimentos, que aumentaram apenas ligeiramente. Neste mês, no entanto, eles tendem a acelerar a alta.

O país divulgou também o índice de preços no atacado subiu 4,3 por cento em janeiro na comparação anual, ante avanço de 1,7 por cento em dezembro e estimativa de analistas de 4,2 por cento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host