UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/02/2010 - 14h28

Órgão britânico pede indenização de US$3,3 bi à Nortel

TORONTO (Reuters) - Uma agência reguladora britânica de fundos de pensão pediu indenização de 2,1 bilhões de libras (3,3 bilhões de dólares) à gigante de equipamentos de telecomunicações Nortel Networks, segundo o jornal canadense Globe and Mail neste sábado.

A reportagem disse que a medida cria o cenário para uma potencial disputa entre os credores da empresa concordatária.

Segundo o diário, o pedido a um tribunal de Ontario apontou que a Agência Reguladora de Pensões da Grã-Bretanha estabeleceu o dia 1o de março como prazo final para a ação que poderia levar a uma ordem contra os bens da Nortel.

Representantes da Nortel ou da Agência Reguladora de Pensões da Grã-Bretanha não estavam disponíveis para comentar.

A Nortel, que já foi a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações da América do Norte, entrou com pedido de proteção contra falência em janeiro de 2009, e está leiloando seus bens com o objetivo de pagar seus credores, mais do que para reestruturar a empresa.

(Reportagem de Jeffrey Hodgson)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host