UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/02/2010 - 12h32

Com 50% da soja colhida, MT mantém safra em 18,4 mi t--Imea

Por Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - A colheita de soja em Mato Grosso avançou cerca de 1 milhão de hectares nesta semana, e a área colhida no Estado em 2009/10 já atingiu metade do total semeado, informou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que também manteve sua previsão de safra em 18,4 milhões de toneladas.

Até a semana passada, o Mato Grosso havia colhido 34,5 por cento da área total, estimada em 6,11 milhões de hectares, ou 2,1 milhões de hectares. Mas até a quinta-feira desta semana a colheita já havia sido feita em 3 milhões de hectares.

A colheita em Mato Grosso, após chuvas que permitiram um plantio antecipado e mais concentrado, está adiantada em relação à temporada anterior, quando nesta época havia sido feita em 35 por cento da área.

O Imea adotou cautela ao manter a estimativa de safra em relação à previsão de janeiro, uma vez que ainda há 50 por cento da área a ser colhida, afirmou a instituição nesta sexta-feira, sem dar detalhes.

A ser confirmada essa produção de 18,4 milhões de toneladas, a safra 09/10 do maior produtor nacional de soja seria recorde e cresceria aproximadamente 1 milhão de toneladas em relação a 08/09, por conta de um aumento na área plantada de cerca de 400 mil hectares.

A produtividade média prevista (3.001 quilos por hectare) é ligeiramente menor em relação ao recorde de 08/09 (3.052 kg), reiterou o Imea em sua estimativa mensal.

A região do Estado com maior área já colhida é a do Médio-Norte, com 63,2 por cento das lavouras já ceifadas, contra 48 por cento colhidos no mesmo período de 2009. Essa área é a principal produtora de Mato Grosso, com mais de um terço da produção estadual.

A região sudeste, segunda em produção no Estado, já colheu 47,9 por cento da área, contra 20,8 por cento nesta época no ano passado.

MILHO

Para o milho segunda safra (safrinha), que responde pela maior parte do cereal produzido em Mato Grosso, o Imea elevou a estimativa de plantio em 09/10 para 1,8 milhão de hectares, contra 1,77 milhão de hectares na previsão de janeiro. Em 08/09, a área foi de 1,67 milhão de hectares.

A produção, apesar do crescimento da área, poderia cair ante 08/09, para 8,24 milhões de toneladas.

Em 08/09, com uma produtividade média superior a 5 mil kg por hectare, o Mato Grosso produziu 8,5 milhões de toneladas.

Em 09/10, o Imea estima uma produtividade de 4,5 mil kg por hectare.

O Mato Grosso já plantou 85 por cento de sua safra de milho, 15 pontos percentuais acima do índice da semana passada, que aponta também um adiantamento em relação à temporada anterior nesta época (60 por cento).

O Estado é o segundo produtor de milho do Brasil e responde por boa parte das exportações do país.

SUL

Na quinta-feira, o governo do Paraná elevou as suas estimativas para a produção de soja e milho (safra de verão e safrinha).

O Paraná deve colher um recorde de 13,6 milhões de toneladas de soja, e a colheita no segundo produtor da oleaginosa do Brasil já atingiu 17 por cento da área.

Os paranaenses, maiores produtores de milho do Brasil deverão ter quase 13 milhões de toneladas do grão em 09/10, se as previsões oficiais se confirmarem. .

Já no Rio Grande do Sul, terceiro produtor de soja nacional, mais lavouras começam a ficar prontas para o início da colheita.

"A perspectiva de potencial produtivo da lavoura de soja, nesse momento, é muito boa no RS e, se as condições de clima se mantiverem favoráveis, a tendência é de uma safra cheia", afirmou a Emater em seu boletim semanal.

A Emater, o órgão de assistência técnica do governo gaúcho, estima a produção de soja em 8,4 milhões de toneladas, contra 7,9 milhões de toneladas em 08/09.

(Edição de Camila Moreira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host