UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/03/2010 - 19h51

Expectativa sobre Grécia e acordo da AIG incentivam alta do Ibovespa

SÃO PAULO (Reuters) - Notícias positivas do exterior, com a perspectiva de que a Grécia poderá receber ajuda da União Europeia e a venda da unidade asiática de seguros de vida da AIG, animaram os principais mercados acionários nesta segunda-feira, entre eles a Bovespa.

Na primeira sessão de março, o Ibovespa subiu 1,09 por cento, a 67.227 pontos. O movimento financeiro da sessão foi de 5,07 bilhões de reais.

A bolsa paulista operou em alta durante todo o dia, acompanhando, principalmente, o mercado norte-americano, que subiu por conta da informação de que a britânica Prudential comprará a área de seguros de vida na Ásia da AIG por 35,5 bilhões de dólares.

As ações da seguradora, uma das que mais sofreu com a crise financeira, subiram 4,08 por cento.

"No caso específico do Brasil, vimos o risco-país recuar bastante porque, diante de toda a preocupacão com a Europa, as atenções se voltaram ao mercado brasileiro, emergente, um dos primeiros a sair da crise financeira", observou o assessor de investimentos da Souza Barros Corretora Luiz Roberto Monteiro.

Entre os indicadores divulgados nesta sessão, destaque para os dados que mostraram que os gastos dos consumidores norte-americanos subiram 0,5 por cento em janeiro, ficando um pouco acima do esperado por analistas.

O Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) informou que o seu índice de atividade manufatureira nos Estados Unidos ficou em 56,5 em fevereiro, indicando manutenção do crescimento.

Entre as ações que compõem o Ibovespa, a PDG Realty subiu 3,9 por cento, para 16,80 reais, e ficou no topo do índice, seguida por Eletrobrás ON, que cresceu 3,85 por cento, a 24,30 reais.

Relatório da Itaú Corretora afirma que as ações da estatal de energia estão entre as "top picks" do setor, por conta da recente queda em fevereiro, o que abriu oportunidade de compra para os ativos da companhia.

A valorização dos preços dos metais no mercado externo também favoreceu as empresas do setor de siderurgia e mineração.

Gerdau subiu 2,68 por cento, para 27,16 reais, enquanto Usiminas ON ganhou 2,48 por cento, a 52,47 reais.

(Por Carolina Marcondes)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host