UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/03/2010 - 15h23

Setor manufatureiro global perde força, mas empregos sobem

LONDRES (Reuters) - A atividade manufatureira global se expandiu em fevereiro em um ritmo menor que no mês anterior, mas o emprego teve o maior crescimento em 29 meses, mostrou uma pesquisa nesta segunda-feira.

O índice global, produzido pelo JP Morgan com organizações de pesquisa e de gestão de fornecimento, caiu para 55,2 em fevereiro, ante 56,1 em janeiro.

Apesar da desaceleração, o indicador marcou o oitavo mês acima da marca de 50,0, que divide crescimento de contração.

O componente de produção recuou para 57,4 no mês passado, frente ao pico de 69 meses registrado em janeiro (60,2).

O indicador de emprego avançou para 51,4 em fevereiro, depois de ter superado a marca de 50,0 em janeiro pela primeira vez em quase dois anos, impulsionado por Estados Unidos, China e Grã-Bretanha.

Dados divulgados mais cedo mostraram que a atividade manufatureira cresceu nas principais economias da Ásia, com Índia e Coreia do Sul avançando no ritmo mais rápido em cerca de dois anos, embora a China tenha mostrado alguns sinais de enfraquecimento.

A atividade manufatureira na zona do euro cresceu um pouco mais que o pensado inicialmente. Nos Estados Unidos, o Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) informou que o setor cresceu em ritmo mais brando que o previsto.

O índice global combina dados de vários países, incluindo EUA, Japão, Alemanha, França, Grã-Bretanha, China e Rússia.

(Por Jonathan Cable)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host