UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/03/2010 - 11h58

BC suíço mantém juro e reitera ameaça de intervenção no câmbio

ZURIQUE (Reuters) - O banco central da Suíça manteve as taxas de juros nesta quinta-feira e disse que lutará de forma decisiva contra a valorização excessiva do franco suíço, procurando consolidar a recuperação econômica.

O Banco Nacional da Suíça elevou suas previsões de crescimento econômico neste ano para cerca de 1,5 por cento, de uma variação anterior de 0,5 a 1 por cento.

Após sua reunião trimestral de política monetária, o banco central disse que a sua meta para a taxa Libor de três meses em francos suíços continuará sendo de zero a 0,75 por cento. A instituição também permaneceu com o objetivo de manter a Libor em 0,25 por cento.

Todos os 45 economistas em uma pesquisa recente da Reuters disseram que o banco central suíço deixaria sua meta para a taxa Libor de três meses estável em 0,25 por cento, e todos os participantes esperavam a continuidade da intervenção contra a apreciação do franco suíço ante o euro.

O banco central adotou uma série de medidas drásticas há um ano para combater a maior recessão da Suíça em mais de três décadas.

Porém, a economia do país saiu da crise global menos prejudicada do que muitos dos seus pares, escapando da recessão durante o verão e crescendo 0,7 por cento nos últimos três meses de 2009.

(Reportagem de Sven Egenter)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host