UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/03/2010 - 15h15

AES tem interesse em fatia do BNDES na Brasiliana

Por Carolina Marcondes

SÃO PAULO (Reuters) - A AES Brasil tem interesse em comprar a participação que o BNDES possui na Brasiliana se o banco de fomento manifestar o interesse em se desfazer da posição, algo que até o momento não aconteceu, afirmou nesta sexta-feira o presidente do grupo e de suas unidades, Britaldo Soares.

A Brasiliana é a holding que controla as distribuidoras de energia AES Eletropaulo e AES Sul e a geradora AES Tietê.

A AES Brasil, unidade do grupo norte-americano AES, tem o direito de preferência na compra das ações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na Brasiliana em um eventual processo de venda.

"Não recebemos recentemente nenhuma manifestação formal sobre um processo de venda da posição deles na Brasiliana", garantiu Soares, em teleconferência com analistas sobre os resultados da Eletropaulo no quarto trimestre.

A AES tem 50,01 por cento do capital da Brasiliana e o BNDES possuí os 49,99 por cento restantes.

Caso haja a possibilidade de ampliação da AES Brasil na Brasiliana, Soares afirmou que o grupo dispõe de recursos fora do Brasil para financiar o negócio. "A questão de recursos não é um obstáculo."

Ele enfatizou que a posição da AES é de manutenção e ampliação dos seus negócios no mercado brasileiro.

"O Brasil responde por praticamente 35 por cento do faturamento consolidado da AES", disse Soares. "A AES vai manter a posição no Brasil e seguirá expandindo negócios no Brasil e se consolidando neste movimento de expansão."

Soares disse ainda que a consolidação no setor brasileiro de energia é natural. O executivo, no entanto, não deixou claro se participar do movimento significa novas aquisições.

"A questão não é ser consolidador, é seguir investindo no setor elétrico de forma importante. Quando olhamos a performance, vemos que temos capacidade de investimento para ser utilizada. Vamos manter posição relevante no setor elétrico brasileiro", enfatizou.

ELETROPAULO AMPLIA INVESTIMENTO

A AES Eletropaulo prevê investir 691 milhões de reais em 2010, um aumento de 34 por cento em relação ao ano passado.

A distribuidora de energia teve lucro líquido de 525,6 milhões no quarto trimestre, queda de 1,1 por cento contra igual período de 2008. No acumulado de 2009, o lucro cresceu 3,5 por cento, para quase 1,1 bilhão de reais.

A receita operacional líquida subiu 10,3 por cento no último trimestre e 6,9 por cento no ano.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cedeu 22,5 por cento no quarto trimestre, para 431 milhões de reais. No ano, o Ebitda foi de 1,6 bilhão de reais, redução de 7,2 por cento.

O consumo de energia da classe residencial foi de 3.801 GWh no quarto trimestre, alta de 2,2 por cento ante os três últimos meses de 2008. No ano, o crescimento foi de 4,1 por cento.

O segmento industrial registrou distribuição de 1.695 GWh no último trimestre, crescimento de 0,8 na comparação anual. No acumulado de 2009, entretanto, foi registrada retração de 8 por cento, por conta da queda da atividade econômica.

Já o consumo do segmento comercial cresceu 7,6 por cento no quarto trimestre, para 2.902 GWh, e 4,4 por cento no ano.

As ações da Eletropaulo tinham leve alta de 0,05 por cento às 14h13, a 39,35 reais. O Ibovespa perdia 0,26 por cento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host