UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/03/2010 - 09h46

BC japonês diz que política de estímulos limita alta do iene

TÓQUIO, 12 de março (Reuters) - O presidente do banco central do Japão admitiu nesta sexta-feira que a política de estímulos da instituição está ajudando a controlar a força do iene, em meio a crescentes rumores de afrouxamento na semana que vem.

Masaaki Shirakawa fez os comentários enquanto o ministro das Finanças, Naoto Kan, reiterava o pedido do governo para o banco central faça sua parte para combater a deflação, que muitos temem que jogue a economia japonesa em uma nova recessão.

O presidente do Banco do Japão disse que o banco central está se esforçando para estimular a demanda ao manter as taxas de juros baixos. Mas ele estava hesitante sobre o aumento das compras de bônus governamentais e sobre recorrer a estímulos para auxiliar a economia. 

"A decisão será baseada em discussões entre sete membros do conselho", disse o presidente do banco central do Japão, Masaaki Shirakawa, ao comitê orçamentário do Senado japonês.

"Nós esperamos discutir o que nós podemos fazer sobre as metas estipuladas na Lei do Banco do Japão."

(Reportagem de Leika Kihara e Tetsushi Kajimoto)
 
 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host