UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/03/2010 - 15h31

Bancos invertem posição em dólares com fluxo negativo

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - A saída de dólares continuou a superar a entrada na segunda semana de março, informou o Banco Central nesta quarta-feira, levando o fluxo cambial negativo do mês a 1,542 bilhão de reais.

Houve déficit de 1,242 bilhão de dólares nas operações financeiras e de 300 milhões de dólares no segmento comercial.

As saídas, junto com as compras do Banco Central, queimaram todo o estoque de posições compradas dos bancos, que somavam 2,07 bilhões de dólares no final de fevereiro.

Na semana passada, cálculos de agentes de mercado já estimavam que as posições compradas haviam sido zeradas. Agora, com base nos novos números do Banco Central, os bancos estão vendidos em quase 1 bilhão de dólares.

Nessas duas semanas, o dólar caiu 2,43 por cento ante o real.

De acordo com alguns profissionais de mercado, existe uma relação entre os dois movimentos: os bancos, de olho na expectativa de que a entrada de moeda estrangeira aumente nas próximas semanas, vendem dólares ao Banco Central para poder recomprá-los depois no mercado, quando os ingressos previstos se concretizarem, a uma taxa mais baixa.

A oferta de ações da OSX, cujos papéis iniciam as negociações no dia 22 de março, é um dos fatores que deve trazer dólares ao país neste mês. A operação, porém, terá volume bem menor do que o previsto na semana passada.

As compras do BC em operações liquidadas nas duas primeiras semanas do mês somaram 1,524 bilhão de dólares. Até o fim da semana anterior, somavam 797 milhões de dólares.

Na primeira semana de março, o fluxo cambial negativo do mês estava em 1,205 bilhão de dólares.

No ano, o saldo negativo é de 867 milhões de dólares.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host