UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/03/2010 - 17h27

BNDES empresta mais no 1º bimestre, mas vê arrefecimento adiante

SÃO PAULO, 17 de março (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou empréstimos totalizando R$ 8,3 bilhões em fevereiro, aumento de 66% sobre igual mês de 2009, com destaque para os financiamentos à indústria e infraestrutura.

No acumulado do primeiro bimestre, as liberações do banco de fomento atingiram R$ 16 bilhões, contra ao redor de R$ 9,4 bilhões no acumulado do mesmo período do ano passado.

"Apesar dos desembolsos crescentes em janeiro e fevereiro, a expectativa é que o banco encerre 2010 com liberações inferiores às registradas no ano passado, de R$ 137,4 bilhões", informou o BNDES, em comunicado nesta quarta-feira.

O banco lembrou que o seu crescimento em 2009 "foi, em grande medida, consequência das medidas anticrise implementadas pelo governo federal, das quais o BNDES é um dos principais instrumentos".

Em fevereiro deste ano, os desembolsos à indústria ficaram em R$ 2,5 bilhões, enquanto para infraestrutura a cifra foi de R$ 2,7 bilhões.

As consultas ao banco em janeiro e fevereiro foram de R$ 8,3 bilhões e de R$ 15,7 bilhões, respectivamente. O valor somado representa um aumento de 25% contra o primeiro bimestre de 2009.

Desempenho em 12 meses

O BNDES informou ainda que no acumulado de 12 meses até fevereiro os desembolsos somaram R$ 143,3 bilhões, avanço de 53% contra igual intervalo anterior.

Nos últimos 12 meses, as aprovações de financiamentos pelo banco cresceram 39%, para R$ 169,1 bilhões, "indicando tendência firme no nível de atividade" do banco.

As consultas avançaram em ritmo parecido em 1 ano até fevereiro, com alta de 37%, para R$ 229 bilhões.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host