UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/03/2010 - 15h29

Índice europeu de ações fecha no maior nível em 17 meses

LONDRES (Reuters) - O principal índice de ações europeias terminou a quarta-feira no maior nível em 17 meses, com os bancos se beneficiando do compromisso do Federal Reserve de manter o juro básico próximo a zero por um período prolongando. Além disso, ações de mineradoras acompanharam a alta do preço dos metais.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas do continente, subiu 0,92 por cento, aos 1.070 pontos, maior patamar desde outubro de 2008.

O índice de volatilidade VDAX-NEW, uma medida do apetite por risco do investidor, caiu 2 por cento. Quanto menor o índice, baseado nos contratos de compra e venda dos 30 papéis mais importantes da bolsa de Frankfurt, maior é o desejo de correr riscos.

"Este rali, que ainda consideramos ser um rali dentro de um mercado de baixa, foi mais longe do que pensávamos", afirmou Philippe Gijsels, chefe de pesquisa no BNP Paribas Fortis Global Markets em Bruxelas.

"Mas enquanto houver liquidez, não há como afirmar quando terminará. Investidores com dinheiro não têm muita alternativa às ações, com os juros básicos tão baixos."

Os bancos se destacaram, com Banco Santander, Credit Suisse, Société Générale e Standard Chartered subindo entre 0,8 e 2,2 por cento. O UniCredit, maior banco da Itália, subiu 6,3 por cento depois de superar as previsões de lucro para 2009.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,43 por cento, a 5.644 pontos

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,89 por cento, para 6.024 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 0,48 por cento, para 3.957 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em alta de 1,25 por cento, a 22.902 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 0,97 por cento, aos 11.166 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 1,88 por cento, para 8.167 pontos.

(Reportagem de Brian Gorman)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host