UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 15h27

Bolsas da Europa recuam sob pressão de bancos e commodities

LONDRES, 18 de março (Reuters) - As principais bolsas da Europa fecharam em queda nesta quinta-feira, derrubadas pelo setor bancário, com o maior banco da Grécia, o National Bank, perdendo depois de resultados piores que o esperado para 2009.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas do continente, caiu 0,18 por cento, aos 1.068 pontos, depois de oscilar entre 1.067 e 1.073 ao longo do dia.

"Dadas as decentes altas que vimos nas últimas duas semanas, os mercados ficaram um pouco exaustos", disse Gerhard Schwarz, chefe de estratégia global de ações na UniCredit. "O mercado está esperando por novos fatores significativos. Sobre os próximos dias pode haver mais detalhes sobre a situação grega."

Os bancos tiveram um dos piores desempenhos da sessão. O National Bank of Greece despencou 6 por cento depois de divulgar uma queda de 40 por cento no lucro líquido de 2009, para 923 milhões de euros (1,3 bilhão de dólares).

Os prolongados temores sobre a situação da Grécia também pesaram sobre os mercados.

O ministro das finanças da Grécia desmentiu artigos da imprensa de que o país pode se voltar ao FMI para pedir ajuda e afirmou que todas as opções de auxílio para a crise ainda estão abertas.

HSBC, Santander, Barclays, BBVA e UBS caíram entre 1,7 e 1,85 por cento.

As mineradoras apuraram perdas juntamente com o preço dos metais diante de um dólar mais firme.

Antofagasta, BHP Billiton, Eurasian Natural Resources Corporation, Rio Tinto e Xstrata recuaram entre 0,6 e 1,6 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,04 por cento, a 5.642 pontos

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,2 por cento, para 6.012 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 0,5 por cento, para 3.938 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em baixa de 0,51 por cento, a 22.785 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 0,84 por cento, para 11.073 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve variação negativa de 0,69 por cento, para 8.111 pontos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host