UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 19h25

Ibovespa termina quase estável, abaixo de 70 mil pontos

Por Carolina Marcondes

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa de valores brasileira fechou a quinta-feira praticamente estável, em um dia em que os principais indicadores divulgados não mostraram grandes supresas.

O Ibovespa teve variação negativa de 0,04 por cento, a 69.697 pontos. O volume financeiro no pregão totalizou 5,66 bilhões de reais.

O índice começou o dia em alta, chegou a se fixar em terreno negativo à tarde, mas acabou fechando quase no zero a zero. "Com os principais indicadores em linha com o previsto e um impacto muito leve da decisão do Copom de manter a taxa de juro, o índice patinou", disse Felipe Casotti, gestor da Máxima Asset.

De acordo com ele, ainda pesa sobre o mercado brasileiro a "barreira psicológica" dos 70 mil pontos: quando o índice atinge esse patamar é iniciado um movimento de realização de lucros.

Entre os principais indicadores do dia, os pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos recuaram para 457 mil na última semana, ante previsão de 455 mil, o índice de indicadores antecedentes subiu 0,1 por cento em fevereiro e o índice de preços ao consumidor ficou estável no mês passado.

Entre as ações que compõem o Ibovespa, a maior alta do dia foi registrada por Redecard, que avançou 6,3 por cento, a 29,77 reais. A Cielo, sua principal concorrente, subiu 7,6 por cento, para 15,89 reais.

Para a analista Laura Lyra, da Ativa Corretora, as valorizações ocorreram pela percepção de que o Santander Brasil não será concorrente direto das duas empresas, visto que a sua estratégia no mercado de cartões consistirá em um serviço unificado de conta corrente que permitirá que empresas recebam créditos de cartões das bandeiras Visa e Mastercard.

"Isso mostra que o Santander não irá entrar neste mercado de uma forma tão agressiva quanto se esperava", diz Laura.

AÇÕES "X" SÃO DESTAQUE DE QUEDA

Das cinco principais quedas do Ibovespa, três foram de ações do grupo EBX, do empresário Eike Batista.

A LLX Logística caiu 2,6 por cento, a 8,57 reais, a MMX Mineração perdeu 2,5 por cento, a 13,43 reais e a OGX Petróleo recuou 1,8 por cento, a 16,60 reais.

Fora do Ibovespa, a MPX Energia cedeu 0,4 por cento, a 24,37 reais.

O revés sofrido pelo empresário, oitavo homem mais rico do mundo de acordo com a revista Forbes, na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da OSX levou para baixo as demais ações de empresas controladas por seu grupo .

Após o fechamento foi conhecido o preço das ações da OSX na oferta, de 800 reais cada, exatamente em linha com o previsto após a revisão para baixo da cifra sugerida

As ações preferenciais da Vale terminaram em queda de 0,65 por cento, a 47,34 reais, enquanto as preferenciais da Petrobras perderam 0,35 por cento, a 37,02 reais.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host