UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/03/2010 - 09h08

Bolsas da Ásia ficam perto do zero a zero por cautela com Grécia

Por Koh Gui Qing

SYDNEY (Reuters) - As principais bolsas de valores da Ásia encerraram esta quarta-feira com valorizações contidas, apesar da alta para o maior nível em 18 meses em Wall Street durante a noite. Os negócios foram afetados por cautela dos investidores diante de perspectiva de um possível aperto monetário na China.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia-Pacífico exceto Japão tinha leve alta de 0,03 por cento, aos 418 pontos, às 8h (horário de Brasília).

"Há muita preocupação sobre as relações comerciais entre China e Estados Unidos e a valorização do iuan e potencial aumento na taxa básica de juros na China", disse Marco Mak, chefe de pesquisa na Tai Fook Securities, em Hong Kong.

O índice Hang Seng da bolsa de HONG KONG subiu 0,1 por cento, para 21.008 pontos, com o volume fraco. Em XANGAI, o mercado ganhou 0,12 por cento, a 3.056 pontos. TAIWAN avançou 0,14 por cento, a 7.882 pontos.

A confiança dos investidores também foi afetada por avaliação de que a posição da Alemanha deve tornar improvável um acordo de ajuda para a Grécia no encontro de dois dias que se iniciará amanhã entre líderes europeus.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO subiu 0,38 por cento, aos 10.815 pontos. A Canon se valorizou em 1,6 por cento e a Nintendo disparou 8,7 por cento com o seu plano de lançar um novo modelo do console portátil DS compatível com jogos 3D que não precisam de óculos especiais.

Na Coreia do Sul, a bolsa de SEUL teve ligeira baixa de 0,05 por cento, para 1.681 pontos.

A bolsa em SYDNEY avançou 0,34 por cento, a 4.891 pontos, e CINGAPURA teve a queda mais acentuada, perdendo 0,66 por cento, a 2.886 pontos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host