UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/03/2010 - 10h47

Fiat vai cortar empregos na Itália, pode acelerar divisão

MILÃO (Reuters) - O grupo industrial Fiat está planejando fazer mais cortes do que as esperadas 5 mil demissões na Itália e pode separar sua divisão automotiva mais cedo do que o esperado este ano, segundo informações da imprensa publicadas nesta quarta-feira.

O jornal italiano La Repubblica afirmou que a Fiat pode anunciar demissões quando divulgar o plano estratégico 2010-2014 em 21 de abril.

Os cortes de empregos podem afetar fábricas de carros na Itália e representar 15 por cento dos 30 mil funcionários empregados em linhas de produção no país, segundo o jornal.

As ações da Fiat registravam alta de 2,77 por cento às 9h44 (horário de Brasília).

A Fiat, que assumiu uma participação da Chrysler para expandir sua presença internacional, emprega pouco mais de 80 mil pessoas na Itália e 190 mil no mundo, segundo o mais recente balanço financeiro da companhia.

O La Repubblica também citou que a Fiat vai cortar o número de modelos de automóveis produzidos de 12 para oito e ampliar a produção italiana para 900 mil unidades, uma expansão de 50 por cento.

Nos Estados Unidos, o grupo busca produzir sete modelos das marcas Fiat, Lancia e Alfa Romeo, numa produção total de mais de 350 mil unidades.

A Fiat não comentou as informações do jornal.

(Por Lisa Jucca e Nigel Tutt)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host