UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/03/2010 - 15h23

Índice de bolsas da Europa fecha estável, setor farmacêutico sobe

LONDRES, 24 de março (Reuters) - As principais bolsas de valores da Europa fecharam em leve alta nesta quarta-feira, com a Shire liderando valorização no setor farmacêutico enquanto o mercado absorveu a redução na nota de crédito soberano de Portugal pela Fitch.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas do continente, encerrou estável, com ligeira valorização de 0,01 por cento, aos 1.072,54 pontos. Pouco antes, o indicador cravou 1.072,82 pontos, nova máxima em 17 meses.

A Shire subiu 2,1 por cento, depois de chegar a ter valorização de 3,2 por cento. A ação da companhia foi impulsionada por problemas de produção na rival norte-americana Genzyme, o que reforçou as perspectivas para seu tratamento de substituição de enzimas.

GlaxoSmithKline, AstraZeneca e Novo Nordisk tiveram alta entre 0,6 e 3,2 por cento.

A maior parte dos bancos cedeu após a agência de classificação de risco Fitch ter reduzido o rating de Portugal em um ponto, para "AA-".

A medida veio em meio a temores sobre a situação da dívida grega, um dia antes de reunião da União Europeia.

Santander perdeu 2,5 por cento por especulação de que o banco está revisando para baixo sua meta de carteira de crédito no Brasil. Representantes do Santander não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

BBVA e HSBC recuaram entre 0,2 e 1,5 por cento.

"Meio que sabíamos que o downgrade de Portugal estava vindo, assim os mercados não estão preocupados, mas esse é um indicativo do alto grau de complacência nos mercados", disse Andy Lynch, gerente de fundos na Schroders. "Você não sabe como o futuro será, mas você sabe que as taxas de juros continuarão baixas e pode pedir empréstimo para investir."

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,07 por cento, a 5.677 pontos

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,36 por cento, para 6.039 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 0,07 por cento, para 3.949 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em alta de 0,14 por cento, a 22.798 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 1,18 por cento, para 10.866 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve variação negativa de 1,03 por cento, para 7.997 pontos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host