UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/03/2010 - 23h53

Trichet diz que solução para crise da Grécia é "viável"

BRUXELAS (Reuters) - O mecanismo de ajuda financeira à Grécia acordado pelos líderes da Zona do Euro nesta quinta-feira é viável, mas provavelmente nunca será ativado, disse o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet.

"Estou extremamente feliz que o governo da zona do euro encontrou uma solução viável", disse Trichet numa entrevista não programada a jornalista depois da reunião dos líderes europeus.

"Eu considero que a solução viável preserva, o que para nós é decisivo, as responsabilidades dos governos da zona do euro", ele disse, depois que jornalistas o abordaram após declarações do presidente da União Europeia, Herman Van Rompuy, e do presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso.

Trichet disse que a credibilidade da Grécia estava melhorando e garantiu que o mecanismo acordado pelos líderes, que é uma mistura de dinheiro do Fundo Monetário Internacional (FMI) e de empréstimos bilaterais da Zona do Euro, não seria necessário.

"Estou confiante de que o mecanismo acordado hoje não terá necessidade de ser ativado e que a Grécia vai progressivamente reconquistar a confiança do mercado", afirmou.

Trichet acrescentou que o envolvimento do FMI no mecanismo de ajuda não infringe a independência do BCE e mantém as responsabilidades dos governos da zona do euro inalteradas.

"A independência do banco central é sagrada e ninguém está colocando isso em questão nem por um segundo", disse ele, que anteriormente chegou a ser contra o envolvimento do FMI na ajuda à Grécia.

(Reportagem de Jan Strupczewski e Marcin Grajewski)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host