UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/03/2010 - 11h13

Veja as principais fusões e aquisições do varejo brasileiro

SÃO PAULO, 29 de março (Reuters) - As redes de varejo Insinuante e Ricardo Eletro anunciaram nesta segunda-feira uma fusão de suas operações, criando uma rede com cerca de 500 lojas pelo país.

Veja a seguir as principais fusões e aquisições do setor de varejo no Brasil nos últimos oito anos.

2002
*O grupo Pão de Açúcar anuncia em junho a compra da rede Sé Supermercados, com 60 lojas em operação em 16 municípios do Estado de São Paulo e faturamento bruto de R$ 1 bilhão.
  
2003
*Em dezembro, o Pão de Açúcar se associa à rede Sendas, líder do segmento no Estado do Rio de Janeiro.

2005
 *O Carrefour anuncia em junho acordo com o grupo português Sonae para a compra de 10 lojas da rede de hipermercados Big no Estado de São Paulo por R$ 317 milhões, em uma tentativa de consolidar sua liderança no formato de hipermercados no Estado.

2007
*A Ricardo Eletro compra a rede MIG, com 86 lojas, e entra em Goiás, Distrito Federal e interior de São Paulo.

*Em operação do grupo holandês Ahold, o Wal-Mart anuncia em abril a compra da rede de varejo Bom Preço por US$ 300 milhões. O Bom Preço tinha então uma forte presença na região Nordeste e 118 supermercados no Brasil.

*Alguns dias depois, o Carrefour retoma após quase dez anos a liderança do varejo no Brasil perdida para o grupo Pão de Açúcar com a compra da rede Atacadão, em um acordo de US$ 1,12 bilhão.

*Em novembro, o grupo Pão de Açúcar investe cerca de R$ 207 milhões para formar uma joint-venture com a rede paulista de "atacarejo" Assai, ingressando em um segmento de consumo com foco em pequenos comerciantes e consumidores de baixa renda. A Assai tinha então 2.700 funcionários e 14 lojas localizadas no Estado de São Paulo.

2009
*O grupo Pão de Açúcar fecha acordo com a Globex para a compra da rede de varejo de móveis e eletrodomésticos Ponto Frio, em operação que recoloca a companhia na liderança do varejo brasileiro, perdida para o Carrefour. O valor da aquisição da participação dos controladores do Ponto Frio é de R$ 824,5 milhões.

*Em dezembro, o grupo Pão de Açúcar fechou acordo para comprar o controle das Casas Bahia, em uma transação sem desembolso de dinheiro feita através da Globex que reforça a presença do grupo no varejo de bens duráveis, com uma rede de pouco mais de 1 mil lojas e venda bruta de R$ 18,5 bilhões.
  
2010
*A rede de varejo baiana Insinuante anuncia em 29 de março a união de suas operações com a Ricardo Eletro, de Minas Gerais, formando um grupo varejista com foco em móveis e eletrodomésticos com cerca de 500 lojas no país.

(Por Rodolfo Barbosa e Carolina Marcondes; Edição de Alberto Alerigi Jr.)
 
 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host