UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/03/2010 - 18h15

Trabalhadores do escritório da Vale em Sudbury aceitam acordo

TORONTO (Reuters) - Trabalhadores sindicalizados do escritório da Vale em Sudbury, Ontário (Canadá), aceitaram um novo contrato oferecido pela mineradora e evitaram uma greve, afirmou a companhia nesta quarta-feira.

O acordo não interfere em uma greve de cerca de 3 mil trabalhadores da mina de níquel, da usina e da fundição, iniciada em julho do ano passado.

A companhia brasileira, que adquiriu as operações da Inco em 2006, afirmou em comunicado que 84,5 por cento dos trabalhadores sindicalizados foram favoráveis a um novo acordo coletivo com validade de três anos.

O acordo foi aceito apesar da recomendação do sindicato para que os trabalhadores rejeitassem a proposta.

O novo contrato termina em março de 2013 e inclui aumento de salário em cada um dos próximos anos, assim como mudanças em pensões e programa de bônus.

A Vale está atualmente aumentando a produção de níquel em Sudbury, apesar da greve dos trabalhadores da mina, usando empregados terceirizados.

Os trabalhadores da mina da Vale de Voisey's Bay, no leste do Canadá, também estão em uma greve iniciada em agosto.

(Reportagem de Cameron French)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host