UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/04/2010 - 18h20

Embraer aponta executivo para novos projetos na aviação civil

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer criou uma vice-presidência de Novos Programas de Aviação Comercial, em meio a expectativas de uma decisão da empresa sobre se avançará no desenvolvimento de aviões maiores, algo que a colocaria em confronto com as gigantes Airbus e Boeing.

O executivo Mauro Kern foi indicado para o novo cargo e a função até hoje por ele ocupada, a vice-presidência de Aviação Comercial, ficará sob responsabilidade de Paulo César Silva.

Em breve comunicado à imprensa, a Embraer informou que a nova estrutura organizacional, implementada nesta quinta-feira, tem como objetivo "aprimorar seu potencial para garantir a satisfação dos clientes, expandir sua dinâmica de negócios e, ao mesmo tempo, reforçar a capacidade e produtividade de suas operações".

A Embraer está concentrada no mercado de aviões regionais de 50 a 118 lugares, em que compete com a canadense Bombardier.

O presidente-executivo da empresa brasileira, Frederico Curado, já afirmou que a Embraer deverá tomar uma decisão sobre seu futuro na aviação comercial --área que responde pela maior parte das vendas da companhia-- no final de 2010.

Segundo Curado, as opções são atualizar a atual família de jatos de 70 a 118 passageiros ou desenvolver novos produtos.

O executivo tem repetido que a incursão no mercado de aviões de maior porte não está nas mãos exclusivamente da Embraer. Depende de novas tecnologias, notadamente de turbinas de aviões, que justifiquem a aposta e o risco de se brigar com empresas do porte de Airbus e Boeing.

As ações da Embraer fecharam a quinta-feira em queda de 1,05 por cento na bolsa paulista, a 10,41 reais. O Ibovespa, principal índice de ações do mercado brasileiro, subiu 1,09 por cento.

(Reportagem de Cesar Bianconi)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host