UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

02/04/2010 - 13h04

Maioria dos gregos diz que medidas de austeridade são "injustas"

ATENAS, 2 de abril (Reuters) - Três quartos dos gregos pensam que o plano do governo para reduzir o déficit orçamentário do país é "socialmente injusto", porque ele tem como alvo os mais pobres, mostrou uma pesquisa nesta sexta-feira.

Quase a mesma parcela da população -- 72,2 por cento -- acredita que a direção dos acontecimentos é "ruim" ou "muito ruim", de acordo com a pesquisa feita pela agência MRB e publicada no periódico semanal Realnews.

A pesquisa também mostrou que 46,2 por cento acham que as medidas que visam reduzir o déficit em um terço neste ano são suficientes, e 46,3 por cento discordam desse ponto.

(Reportagem de Lefteris Papadamis)

 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host