UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/04/2010 - 11h54

Hardinge pede a acionistas que rejeitem oferta da Romi

(Reuters) - A fabricante norte-americana de ferramentas pesadas Hardinge disse nesta segunda-feira que seu conselho recomendou aos acionistas que rejeitem a oferta hostil de compra feita pela brasileira Romi, avaliada em aproximadamente 90 milhões de dólares, chamando-a de "grosseiramente inadequada e oportunista".

No mês passado, a Hardinge adotou um mecanismo de defesa contra a oferta (poison pill) com dividendo de 20 por cento e aconselhou os acionistas a não tomar qualquer medida em resposta à oferta de 8 dólares por ação feita pela Romi.

A companhia norte-americana disse que a oferta da Romi não reflete o valor, posição da Hardinge na indústria, presença global e perspectiva de crescimento.

A Hardinge disse ainda que a oferta avalia a empresa a um preço inferior à valorização histórica e que um preço por ação na casa dos dois dígitos é atingível no médio-prazo se a indústria de máquinas de ferramentas se recuperar.

A Romi ofereceu 8 dólares por ação da Hardinge em fevereiro, afirmando que a proposta foi recusada pela administração da empresa.

(Reportagem de Divya Sharma)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host