UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/04/2010 - 08h58

Vice-premiê grego diz que Portugal pode ser a próxima vítima

LISBOA (Reuters) - O tipo de problema de dívida pública visto na Grécia deve se espalhar pela zona do euro e Portugal pode ser a próxima vítima, disse nesta segunda-feira o vice-primeiro-ministro grego, Theodoros Pangalos.

Em entrevista ao periódico português Jornal de Negócios, Pangalos também disse que a rigidez da Alemanha em relação à Grécia é baseada em uma "abordagem moral e racial" e na ideia de que os gregos não trabalham o suficiente.

Pangalos disse que Portugal não deve continuar neutro sobre a questão da União Europeia ajudar membros em dificuldades, após líderes concordarem sobre uma rede de segurança financeira para a Grécia no dia 25 de março.

"Vocês são as próximas vítimas ... Eu espero que isso não aconteça e que a solidariedade prevaleça... Mas, se isso não acontecer, a próxima vítima provável será Portugal", disse ele.

Questionado se pensava que a crise se espalhará pela zona do euro, Pangalos disse: "Sim, certamente."

"O que aconteceu conosco (Grécia) agora é porque nós estamos em uma situação pior, mas isso também poderia acontecer na Espanha e em Portugal", disse ele.

(Reportagem de Andrei Khalip)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host