UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/04/2010 - 10h27

British Airways e Iberia assinam fusão para criar 3ª maior aérea do mundo

Por Rhys Jones e Tracy Rucinski

MADRI/LONDRES, 8 de abril (Reuters) - A British Airways e a espanhola Iberia assinaram nesta quinta-feira um acordo de fusão da ordem de 8 bilhões de dólares que prevê a criação da terceira maior companhia aérea do mundo em receita, tornando uma possível associação com a American Airlines ainda mais próxima.

A fusão, que deve ser concluída em dezembro, tem por objetivo auxiliar ambas companhias a reduzir perdas anuais combinadas de 1 bilhão de dólares, resultado da pior crise vivida pelo setor em décadas.

As companhias esperam, com isso, reduzir os custos em 400 milhões de euros por ano e competir com rivais maiores, como Lufthansa e Air France, e empresas de baixo custo, como a Ryanair.

O controle da nova empresa ficará concentrado entre os acionistas da British.

"A aliança com a American Airlines é o próximo passo na agenda da British e da Iberia agora e este acordo torna isso mais próximo, mas elas também devem estar avaliando outras companhias europeias e asiáticas", disse o analista Stephen Furlong, da Davy Stockbrokers.

"Existem muitas companhias aéreas no mundo e a maior será a melhor no futuro. Esta deve ser a primeira de muitas alianças da British", afirmou.

O presidente da Iberia, Antonio Vasquez, que vai comandar a recém-criada International Airlines Group, disse que a nova empresa busca "participar da consolidação da indústria no futuro".

"O próprio nome reflete uma intenção de longo prazo de acrescentar mais companhias sem favorecer uma ou outra", afirmou o analista Jonathan Wober,do Societe Generale.

A intenção de unir as operações da British e da Iberia havia sido anunciada pelas duas companhias em novembro do ano passado.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host