UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/04/2010 - 08h53

Bolsas da Ásia sobem e se aproximam de máxima em 22 meses

Por Aiko Hayashi

TÓQUIO, 9 de abril (Reuters) - As principais bolsas asiáticas tiveram uma sexta-feira de alta, aproximando-se de máxima em 22 meses, apoiadas por fortes vendas no varejo norte-americano, divulgadas na véspera.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia pacífico exceto Japão tinha alta de 0,71 por cento, aos 437 pontos.

Dados melhores que o esperado sobre o varejo nos Estados Unidos ajudaram no tom positivo do humor dos mercados na véspera. Na quinta-feira foi divulgado um crescimento anual recorde no varejo norte-americano para o mês de março.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO subiu 0,32 por cento, para 11.204 pontos, impulsionado por guidances do setor varejista de roupas, como o da Fast Retailing.

Em HONG KONG, o índice Hang Seng ganhou 1,56 por cento, a 22.208 pontos, aproximando-se dos níveis de três meses atrás, com fortes lucros da ZTE Corp e da Tsingtao Brewery, além de expectativa de valorização do iuan.

Em XANGAI, a alta foi de 0,85 por cento, para 3.145 pontos. TAIWAN se valorizou 0,43 por cento, em 8.092 pontos.

Contudo, na COREIA DO SUL o mercado cedeu 0,54 por cento, para 1.724 pontos, com o won mais forte minando o apetite por empresas voltadas à exportação. A reação à manutenção de juros pelo Banco da Coreia foi limitada.

Em CINGAPURA o mercado ganhou 0,3 por cento, para 2.971 pontos. Na AUSTRÁLIA, a alta foi de 0,21 por cento, para 4,948 pontos.

Os ganhos dos mercados podem agora ser contidos ante a expectativa com os resultados na semana que vem de grandes empresas como a Intel, com os investidores pensando na recuperação econômica e receios provenientes da situação grega.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host