UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 14h30

Bolsas europeias fecham perto da máxima em 19 meses

LONDRES, 15 de abril (Reuters) - As principais bolsas europeias tiveram uma quinta-feira de alta, encerrando perto da máxima em 19 meses, impulsionadas pelos setores bancário e farmacêutico depois que a Roche superou as estimativas do mercado.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanhas as principais empresas da Europa, subiu 0,62 por cento, aos 1.112 pontos, maior fechamento desde setembro de 2008.

O setor bancário teve um dos melhores desempenhos, com Barclays, Credit Suisse e HSBC subindo entre 1,6 e 2,8 por cento.

"A temporada de resultados teve um bom início e isso está dando força aos mercados", disse Tammo Greetfeld, estrategista de ações no UniCredit em Munique. "Os bancos ainda estão se saindo bem com o otimismo do resultado do JPMorgan ontem".

Os bancos gregos subiram 4,4 por cento, no que analistas disseram ser um otimismo em relação às medidas tomadas por União Europeia e Fundo Monetário Internacional (FMI) em relação ao mecanismo de ajuda para as finanças do país.

A Roche subiu 2,8 por cento depois de apresentar vendas acima do esperado e confirmar sua perspectiva para o ano.

O setor de energia se manteve no positivo, ajudado por comentários do Credit Suisse. BP, Royal Dutch Shell, Total e Cairn Energy ganhando entre 0,7 e 1,8 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou com acréscimo de 0,5 por cento, a 5.825 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,21 por cento, para 6.291 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,2 por cento, para 4.065 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em alta de 0,25 por cento, a 23.539 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou elevação de 0.17 por cento, para 11.523 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,45 por cento, para 8.306 pontos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host