UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 13h51

Fibria e Suzano elevam preço da celulose, ações sobem

SÃO PAULO (Reuters) - Fibria e Suzano Papel e Celulose anunciaram nesta quinta-feira que vão elevar o preço da celulose em 50 dólares por tonelada a partir de 1o de maio, no quinto aumento registrado apenas em 2010.

Desta forma, os preços aplicados pelas duas produtoras de celulose de fibra curta chegam a 920 dólares por tonelada na América do Norte, 890 dólares na Europa e 850 dólares na Ásia.

As ações da Fibria exibiam a maior alta da bolsa paulista às 12h47, saltando 3 por cento, a 39,52 reais, enquanto a Suzano, subia 1,8 por cento, a 24,64 reais. O Ibovespa exibia perda de 0,7 por cento, no mesmo horário.

Também nesta quinta-feira, a portuguesa Altri anunciou que elevará seus preços na mesma data e para os mesmos valores. No início do mês, a sueca Sodra, produtora de celulose de fibra longa, já havia anunciado aumento de preços, mas de 30 dólares por tonelada.

Em 31 de dezembro, o preço da celulose na Europa, tanto da Fibria quanto da Suzano, era de 700 dólares por tonelada. Desde o início do ano, o preço cresceu 190 dólares, ou cerca de 27 por cento. Foram três aumentos de 30 dólares por tonelada em janeiro, fevereiro e março e um aumento de 50 dólares por tonelada em abril.

Em setembro de 2008, quando a crise financeira global foi agravada com a quebra do banco norte-americano Lehman Brothers, o preço da celulose para a Europa era de 840 dólares por tonelada, passando a cair durante o período de turbulência.

(Por Carolina Marcondes)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host