UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/04/2010 - 09h38

Mercado vê inflação e Selic maiores em 2010

SÃO PAULO, 19 de abril (Reuters) - O mercado brasileiro elevou suas previsões para a inflação e a taxa de juros neste ano, mas manteve os cenários para 2011 e a expectativa de uma alta de 0,50 ponto percentual em abril.

A mediana das previsões para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) este ano passou para alta de 5,32 por cento, ante 5,29 por cento na semana anterior, na 13a alta consecutiva, mostrou o relatório Focus divulgado nesta segunda-feira.

O prognóstico para a inflação 2011 foi mantido em 4,80 por cento.

O governo tem para os dois anos uma meta de inflação com centro em 4,5 por cento e tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

O Focus mostrou também que a estimativa para a Selic no fim do ano passou para 11,50 por cento ante 11,25 por cento na semana anterior, enquanto para 2011 permaneceu em 11,25 por cento.

A perspectiva para a Selic na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em 27 e 28 de abril, foi mantida em 9,25 por cento, ante os atuais 8,75 por cento.

O mercado elevou seu cenário para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, para 5,81 por cento, ante 5,60 por cento, na quinta semana de melhora. Para 2011, a estimativa permaneceu em expansão de 4,50 por cento.

A projeção para a taxa de câmbio em 2010 permaneceu em 1,80 real e para 2011 passou para 1,85 real nesta semana, contra 1,90 real na anterior.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host