UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/04/2010 - 20h38

BNDES terá linha de R$7 bi para exportação de bens de consumo

BRASÍLIA (Reuters) - O Programa de Sustentação de Investimento (PSI) do BNDES terá uma linha nova voltada ao financiamento da produção de bens de consumo duráveis para a exportação, no valor de 7 bilhões de reais.

Com a iniciativa, aprovada nesta quinta-feira pelo Conselho Monetário Nacional, o governo dá início às medidas de estímulo às vendas externas, que têm crescido bem abaixo das importações, abalando as transações correntes do país.

Os limites totais de financiamento do PSI, que tem juros subsidiados, foram ampliados de 44 bilhões de reais para 124 bilhões de reais e o prazo foi estendido do final de junho ao final de dezembro por Medida Provisória editada esta semana.

O CMN definiu a alocação desses recursos adicionais dentro do PSI.

Em termos absolutos, o financiamento da produção e aquisição de bens de capital, excluindo transporte, foi o que recebeu mais recursos. O limite dessa linha passou para 62,5 bilhões de reais, de um teto anterior de 18 bilhões de reais.

Dentro dessa linha, os recursos reservados ao financiamento de usinas hidrelétricas aumentou de 7 bilhões de reais para 8 bilhões de reais. O custo do financiamento é de 4,5 por cento ao ano se o empréstimo for contratado até 30 de junho. Além dessa data, o custo passa a 5,5 por cento.

Os recursos reservados ao financiamento de ônibus e caminhões para empresas e médias e grandes empresas foi elevado para 28 bilhões de reais, de um patamar anterior de 10,5 bilhões de reais. Para os empreendedores individuais e microempresas, o limite passou para 8,6 bilhões de reais, de 2 bilhões de reais.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host