UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/04/2010 - 16h48

Vale compra ativos de minério na Guiné por US$2,5 bi

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Vale anunciou nesta sexta-feira que adquiriu por 2,5 bilhões de dólares participação de 51 por cento na BSG Resources Guiné, que detém concessões de minério de ferro no país africano -- em Simandou Sul e licenças de exploração em Simandou Norte.

Do montante, 500 milhões de dólares serão pagos à vista e o restante em "etapas sujeitas ao cumprimento de metas específicas", informou a companhia em comunicado sem dar detalhes.

A produção será iniciada em 2012 com 10 milhões de toneladas de minério de ferro e deve atingir 50 milhões de toneladas em 2014/2015, informou a Vale através de sua assessoria de imprensa.

A joint-venture formada pelas duas empresas vai implementar o projeto Zogota e conduzirá estudos de viabilidade para os Blocos 1 e 2, com a criação de um corredor logístico para escoamento através da Libéria.

Para poder escoar a produção pela Libéria as empresas terão que modernizar 660 quilômetros da ferrovia Trans-Guiné, que faz transporte de passageiros e cargas leves.

"A Vale será responsável pela gestão dos ativos, marketing e vendas da joint venture com a exclusividade do off-take do minério de ferro produzido", informou a mineradora em um comunicado.

Segundo a Vale, os ativos adquiridos "estão entre os melhores depósitos de minério de ferro ainda não explorados no mundo, com alta qualidade e potencial para o desenvolvimento de projeto de larga escala e longa duração, com baixo custo operacional e de investimento", afirmou na nota.

A empresa prevê gerar 5 mil empregos diretos e o projeto inclui treinamento e desenvolvimento de empregados locais, informou a companhia.

(Por Denise Luna)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host