UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/05/2010 - 09h18

Bolsas da Europa recuam com pacote de ajuda à Grécia

Por Kevin Plumberg

HONG KONG, 3 de maio (Reuters) - As bolsas da Ásia operaram em queda nesta segunda-feira, pressionadas por receios de que o pacote de ajuda à Grécia, de 110 bilhões de euros, poderá enfrentar duros obstáculos políticos. Os negócios também foram minados por novas medidas tomadas pela China para resfriar sua economia.

O pacote à Grécia, o maior já organizado para ajudar um país, aliviou alguns temores de curto prazo sobre possibilidade de calote, mas o plano ainda precisa de aprovações parlamentares e deixa aberta a dúvida qual será o próximo país europeu fragilizado a enfrentar problemas.

Os mercados estão profundamente céticos de que Atenas será capaz de cumprir suas últimas promessas de cortes adicionais nos gastos e de aumento de impostos para reduzir o déficit orçamentário para 3 por cento de sua economia até 2014, ante nível de mais de 13 por cento em 2009.

Investidores também se mostram tensos sobre como as políticas dos governos vão afetar o cenário para o crescimento econômico e dos resultados das empresas.

Às 8h15 (horário de Brasília), o índice que reúne as principais bolsas da região Ásia-Pacífico exibia queda de 1,21 por cento, a 422 pontos. Bolsas na Inglaterra, China, Japão e Tailândia não operam nesta segunda-feira em virtude de feriado.

Cortar exposição a risco foi a ordem do dia na Ásia. A bolsa de SEUL caiu 1,17 por cento e a de HONG KONG teve perda de 1,41 por cento.

O Industrial and Commercial Bank of China, maior banco do mundo em valor de mercado, viu suas ações recuarem 1,6 por cento depois que a China elevou o depósito compulsório no domingo.

A bolsa de TAIWAN teve desvalorização de 0,65 por cento, CINGAPURA registrou perda de 1 por cento e SYDNEY apurou queda de 0,46 por cento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host