UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/05/2010 - 14h09

Cautela aumenta e bolsas da Europa têm pior nível em 2 semanas

LONDRES (Reuters) - As bolsas de valores da Europa fecharam em baixa nesta terça-feira, com o crescimento da preocupação sobre a crise de dívida soberana da zona do euro, que ofuscou os resultados positivos da InBev e a alta no número de emprego no setor privado nos Estados Unidos.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas europeias, fechou em queda de 0,82 por cento, a 1.024 pontos, no pior nível em dois meses.

Os nervos ficaram mais agitados depois que a agência de classificação de risco Moody's afirmou ter colocado o rating Aa2 de Portugal em possível revisão negativa.

"Há um temor de que talvez seja uma correção ou o fim da tendência cíclica de retomada de alta. Vemos um aumento nos volumes com preços em queda e isso não é um bom sinal tecnicamente", afirmou Giuseppe-Guido Amato, estrategista na Lang & Schwarz em Frankfurt.

A Anheuser-Busch InBev, maior cervejaria do mundo, subiu 2,3 por cento depois de apresentar balanço melhor que o esperado para o primeiro trimestre com o aumento das vendas no Brasil.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 1,28 por cento, a 5.341 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,81 por cento, para 5.958 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,44 por cento, para 3.636 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,27 por cento, para 20.351 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 recuou 2,27 por cento, para 9.635 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em queda de 1,52 por cento, para 6.990 pontos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host