UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/05/2010 - 12h16

Após recorde, produção de veículos no Brasil recua 14,6% em abril

SÃO PAULO (Reuters) - Após um desempenho recorde em março, a produção brasileira de veículos caiu 14,6 por cento em abril sobre o mês anterior, mas registrou avanço de 14,2 por cento na comparação anual, informou nesta quinta-feira a associação nacional de montadoras, Anfavea.

A indústria registrou produção de 290 mil veículos em abril e um acumulado de 1,13 milhão de unidades nos primeiros quatro meses do ano, crescimento de 22,6 por cento frente ao fabricado um ano antes.

Enquanto isso, as vendas de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões no mercado interno somaram 277,8 mil unidades no mês passado, o que representa queda de 21,5 por cento contra o recorde de março e alta de 18,6 por cento na comparação com abril do ano passado.

No acumulado dos primeiros quatro meses de 2010, o setor licenciou 1,07 milhão de veículos, 18,1 por cento acima do vendido no mesmo período de 2009.

As exportações brasileiras em abril somaram 917,2 milhões de dólares, queda de 8,7 por cento sobre março e alta de 56,6 por cento na comparação com um ano antes. De janeiro a abril, as vendas externas foram de 3,51 bilhões de dólares, crescimento de 58,3 por cento sobre igual período de 2009.

A indústria vendeu 47.139 autoveículos ao mercado externo no mês passado, queda de 32 por cento sobre março e alta de 34,8 por cento sobre um ano antes.

A importação apresentou queda de 14,4 por cento na comparação mensal, para 49.752 veículos. Em relação a abril de 2009, houve crescimento de 59,9 por cento. Com isso, a participação dos importados no total das vendas internas no mês passado foi de 17,9 por cento.

As montadoras encerraram abril com 128.840 postos de trabalho ocupados, crescimento de 0,7 por cento sobre março e de 6,7 ante abril de 2009.

No ranking de montadoras por automóveis e comerciais leves, a Fiat seguiu na liderança, apurando vendas de 58.833 veículos, queda de 20 por cento sobre março. A Volkswagen aparece em segundo, com vendas de 55.678 unidades, recuo de 20,13 por cento. A General Motors licenciou 50.177 veículos, queda de 28,35 por cento na comparação mensal. Ford apurou vendas de 27.417 unidades, recuo de 24,5 por cento.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host