UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 09h09

Bolsas da Ásia fecham sem rumo definido, Japão cai

Por Kevin Yao

CINGAPURA (Reuters) - As principais bolsas asiáticas operaram sem rumo definido nesta quarta-feira, com os investidores evitando apostas mais arriscadas diante das preocupações sobre a dívida na zona do euro, apesar do pacote de ajuda de 1 trilhão de dólares.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia-Pacífico exceto Japão tinha ligeira alta de 0,06 por cento, a 400 pontos, às 7h59 (horário de Brasília) depois de cair 1 por cento na véspera.

Em TÓQUIO, o Nikkei caiu 0,2 por cento, para 10.394 pontos, revertendo ganhos anteriores, com os estrangeiros continuando a vender ações preocupados com a avaliação de que o pacote de socorro na zona do euro fez pouco para resolver os problemas de dívida de longo prazo da região.

"Desde o início deste mês, os estrangeiros realmente estão vendendo ações japonesas, em parte porque o mercado japonês ficou fechado por feriado e as bolsas internacionais caíram durante esse tempo, e em parte porque a crise da dívida grega realmente piorou", disse Hideyuki Ishiguro, estrategista da Okasan Securities.

"Neste momento não acho que muito deste dinheiro está fluindo para outros mercados acionários na Ásia. Ele está indo provavelmente para títulos do Tesouro dos Estados Unidos ou ouro como parte de uma fuga de ativos de maior risco."

Na Coreia do Sul, a bolsa de SEUL perdeu 0,43 por cento, para 1.663 pontos, reagindo pouco à decisão do BC coreano de manter as taxas de juros.

Em HONG KONG, o índice Hang Seng ganhou 0,33 por cento, para 20.212 pontos. Xangai subiu 0,31 por cento, para 2.655 pontos. TAIWAN teve leve queda de 0,08 por cento, a 7.602 pontos.

CINGAPURA avançou 0,79 por cento, para 2.880 pontos. A bolsa de SYDNEY fechou com alta de 0,55 por cento, para 4.572 pontos, com o orçamento federal impulsionando o setor bancário.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host