UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 11h57

Morgan Stanley é investigado por autoridades dos EUA, diz jornal

TÓQUIO, 12 de maio (Reuters) - Investigadores federais norte-americanos estão apurando se o Morgan Stanley enganou investidores sobre os produtos derivados de hipotecas que ajudou a criar e se algumas vezes apostou contra eles, publicou o “Wall Street Journal”, citando fontes próximas do assunto.

O presidente-executivo do Morgan Stanley, James Gorman, disse à imprensa em Tóquio não ter conhecimento de nenhuma investigação federal em sua empresa.

“Não fomos contatados pelo Departamento de Justiça sobre qualquer transação levantada no artigo do ‘Wall Street Journal’", disse Gorman em uma entrevista coletiva conjunta com o Mitsubishi UFJ Financial Group.

"Nós não temos conhecimento algum sobre a investigação do Departamento de Justiça."

O artigo é publicado menos de um mês após o rival Goldman Sachs ter sido acusado de fraude pela Secutiries and Exchange Commission (SEC) sobre a comercialização de um produto de hipotecas de alto risco conhecido como ABACUS, iniciando uma batalha entre o mais poderoso banco de Wall Street e o órgão regulador dos mercados norte-americanos.

O Morgan Stanley organizou e comercializou a investidores pacotes de investimentos chamados de obrigações de dívida colateralizadas (CDOs), e sua mesa de operações, por vezes, apostou contra eles, afirma o “Wall Street Journal”, citando operadores.

Os investigadores federais estariam analisando se o Morgan Stanley promoveu apresentações apropriadas sobre suas funções nas operações com derivativos de hipoteca, segundo o jornal.

A SEC e a Procuradoria de Nova York não puderam ser imediatamente contatados para comentar o assunto.
 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host