UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 13h26

Pão de Açúcar prevê vendas brutas cerca de 26% maiores em 2010

SÃO PAULO (Reuters) - O Grupo Pão de Açúcar anunciou nesta quarta-feira que espera uma alta de ao redor de 26% nas vendas brutas neste ano, considerando as lojas da rede Ponto Frio, para acima de R$ 33 bilhões. Em 2009, as vendas brutas da maior varejista do país somaram R$ 26,2 bilhões.

Do total previsto, R$ 26 bilhões se referem ao Pão de Açúcar e os R$ 7 bilhões restantes, ao Ponto Frio. As metas não incluem as Casas Bahia, cujo acordo de associação assinado em dezembro está sob revisão.

Em termos de crescimento real pelo conceito mesmas lojas --que considera aquelas com pelo menos 12 meses de operação e já deflacionadas--, a companhia prevê um avanço das vendas de 4% a 5% em 2010, comparado a aumento de 4,5% no ano passado.

O Pão de Açúcar informou também que deve encerrar este ano com Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) superior a R$ 1,8 bilhão. Em 2009, a geração de caixa ficou em R$ 1,5 bilhão.

Já os investimentos estimados pelo grupo para 2010 totalizam R$ 1,6 bilhão, voltados a abertura de novas lojas, reformas de unidades já existentes, compra de terrenos, entre outras operações. No ano passado, os investimentos somaram R$ 723 milhões.

Em reunião anual com analistas e investidores nesta quarta-feira, o vice-presidente financeiro do grupo, José Filippo, afirmou que está prevista a abertura de 100 novas lojas em 2010, sendo 60 delas no formato Extra Fácil, 18 do Assaí e 10 do Extra Supermercado.

"O foco será no formato de atacarejo (Assaí) e proximidade (Extra Fácil), que tem baixo investimento e bom retorno financeiro", acrescentou o diretor-presidente da companhia, Enéas Pestana, destacando que outra prioridade do grupo inclui a alavancagem de vendas de não-alimentos nos hipermercados.

(Por Vivian Pereira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host